segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Raul Simões(Multifacetado nas áreas Desportivas.)

Grande equipa do Monte de Caparica

                                                Equipa  década 90 M.Caparica
                                          Grupo após êxito Monte Caparica Treinador Rema.
                                                      Raul Simões e as suas mais próximas.
       Almada A.Clube Cima Toni,Penetra,Parra,Costa,Raul Simões -Baixo-Boiadas,C.Nunes,Peixoto,                                       Miguelito, Barão,C .Pais. No campo do B.M.Almada.


Veteranos do Palmelense. Treinador José David..
                                                          Aqui na companhia de seu Pai
                                                 Equipa de Juniores do Almada A.Clube
                                            Aqui treinando a equipa Sénior do Vale-Milhaços
Operário F.C.
                                                 Equipa de F/ feminino sua esposa Delegada

Equipa do Monte de Caparica 87/88)??? Joao g.r.Foi meu Júnior   

                                                                      Futebol de salão.          

domingo, 19 de outubro de 2014

JOÃO PAULO (GALO)

Galo em representação  Juniores do Trafaria.

Galo nos Seniores C.F.Trafaria.










Galo em representação do Almada .A .C.
C.F.Trafaria
Almada A.C.

Aqui à porta do café do Rafael Correia seu pai Acursio.
Jogo de futebol salão Lordes-Casino Acúrsio 3º de cima

Avô materno do Galo numa das 1ªs equipas do Trafaria


Avô Materno 2º de cima-F Marítima, ( Avô Xico),J. Vitorino ,J Paula,?Marrecas,baixo C,manel,?Miranda,J. Paulo, Narciso" RECA".
Alguns veteranos com Irina mana de Galo
                                                 Entrega de quadros alusivos ao movimento de trafarianos e C.F.Trafaria com Pacheco o grande promotor do evento com Irina mana, e dois irmãos  filhos de  Paulo" Galo".



terça-feira, 14 de outubro de 2014

José "Porco"(muito limpinho na forma de jogar.)

Equipa do Trafaria. Zé 1º jogador de baixo
ZÉ O 5º DE BAIXO
Aqui festejando mais um golo
TRAFARIA F .C. ZÉ P .2º DE BAIXO
87/88
1988/89
AQUI NO ALVERCA
Zé o 3º de baixo lado direito da foto

domingo, 12 de outubro de 2014

Tadeu e Francelina casal de grande valor no atletismo do Sporting C.Portugal

TADEU DE FREITAS


                                                                                                          Francelina num salto para Campeã
                                                                       
                                                                  Tadeu de Freitas meu companheiro de infância da Trafaria  que atingiu patamares de grande valor na especialidade de Salto e combinados, em comprimento  foi Campeão anos a fio no clube do coração de ambos.Francelina irmã de outro grande atleta, fez um  excelente trajecto também no Sporting na velocidade e saltos obtendo êxitos permanentemente.                                      


                                                         
Esposa e companheira de todos os dias de Tadeu de Freitas agora a fazerem da Costa de Caparica o seu casulo . 
Dados de Francelina AnacletoFrancelina.JPG
Nome:Francelina de Jesus Pereira Anacleto Freitas
Nascimento:30 de Julho de 1945
Naturalidade:Portugal
Posição:Atleta (velocidade e saltos)
Francelina Anacleto fez parte de um grupo de grandes atletas, que no inicio da década de 60 do Século XX, garantiram ao Sporting Clube de Portugal a hegemonia no sector feminino do Atletismo português, que até aí fora pertença do Belenenses.
Francelina era uma atleta completa, tendo-se destacado particularmente nas provas de velocidade e no Salto em Comprimento.
Foi 4 vezes Campeã de Portugal nos 100m e no Salto em Comprimento (1961, 1964, 1965 e 1966), contando ainda com dois títulos nos 200m (1964 e 1966) e mais dois enquanto membro das equipas do Sporting Clube de Portugal da estafeta dos 4x100m (1960 e 1965).
Em 1960 fez parte de uma equipa do Sporting, que durante os Campeonatos de Portugal bateu o Recorde Nacional da estafeta dos 4x100m, percorrendo a distância em 54,5s, uma marca que seria melhorada por 5 vezes, sempre com a sua colaboração, até 12 de Setembro de 1964, altura em que uma Selecção Nacional composta por quatro atletas do Sporting Clube de Portugal, entre as quais Francelina Anacleto, percorreu os 4x100m pela primeira vez abaixo dos 50s, fixando o Recorde Nacional em 49,7s, uma marca que perdurou 6 anos.
Em 1961 bateu o Recorde Nacional do Salto em Comprimento 3 vezes, ultrapassando o histórico máximo de Hedi de Sá que datava de 1946, feito que viria a repetir mais 5 vezes, até 3 de Julho de 1965, altura em que saltou 5,68m, um Recorde que perdurou mais de 5 anos e que significava uma melhoria de quase um metro, em relação aos 4,695 de Hedi de Sá.
Ainda em 1961 igualou o Recorde Nacional dos 100m, que já tinha quase 21 anos, ao percorrer a distância em 13,1s, uma marca que Fernanda Costa viria a superar no ano seguinte, mas que Francelina Anacleto voltaria a melhorar por 6 vezes, até que em 1966 fixou o Recorde Nacional em 12,3s.
Em 1962 representou Portugal nos Jogos Ibero-Americanos disputados em Madrid, integrando a Selecção que obteve o 4º lugar na estafeta dos 4x100m, com um novo Recorde Nacional, participando também no concurso do Salto em Comprimento, no qual terminou no 7º lugar.
Em 1964 para além dos 3 títulos de Campeã de Portugal que conquistou, e de ter batido os Recordes Nacionais dos 4x100m, dos 100m e por duas vezes o do Salto em Comprimento, igualou o Recorde Nacional dos 200m que era pertença de Lídia Faria, percorrendo a distância em 26,3s, feito que repetiu no ano seguinte, antes de em 1966 melhorar essa marca 3 vezes, até fixar o Recorde Nacional em 25,8s, uma marca que perdurou mais de 4 anos.
Finalmente também em 1964, bateu por duas vezes o Recorde Nacional dos 400m, fixando-o em 63,1s, melhorando uma marca que já tinha quase 8 anos e que era pertença da histórica atleta do Belenenses Georgette Duarte.
Na época de 1965 ganhou o Pentatlo Nacional.
Foi a primeira Recordista Nacional do Salto em Comprimento e dos 400m em Pista Coberta, quando em 1967 obteve as marcas de 5,11m e 65,5s, mas nessa altura a sua progressão foi interrompida pelas lesões, e chegou mesmo a ter de ser operada a um pé, resultando daí o encerramento precoce da carreira desportiva, quando tinha apenas 22 anos de idade.
Francelina Anacleto casou com Tadeu de Freitas, também ele atleta do Sporting, e em 1980 ambos integraram o grupo dos Fundadores da Associação de Atletismo de Setúbal. Mais tarde, em 1985, montaram na Pontinha nos arredores de Lisboa, uma fábrica de equipamentos desportivos, inicialmente com o nome de Tadeu e Francelina, mudando depois para Saillev, que chegou a produzir os equipamento


Ler mais: http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=Francelina_Anacleto#ixzz3GDihkKsr


Tadeu de Freitas 2º da direita na ASA.Setúbal.
Nome: José Tadeu de FreitasJosé Tadeu de Freitas
Nascimento:
Naturalidade:Portugal
Posição: Saltos e CombinadosAtleta (saltos e combinados)
Tadeu de Freitas foi desde miúdo um apaixonado pelo desporto, começando pelo Voleibol, modalidade onde foi Campeão Nacional Escolar, e pelo Futebol modalidade em que tentou a sua sorte no Sporting, sendo então aconselhado por Travassos a apostar noutros desportos.
Em Outubro de 1959 inscreveu-se nas captações do Atletismo leonino e foi seleccionado para participar no torneio "Primeiro Passo", iniciando aí uma longa ligação ao Sporting Clube de Portugal
Tadeu de Freitas destacou-se desde muito cedo como um atleta completo, embora o Salto em Comprimento e o Triplo Salto, fossem as especialidades onde mais se evidenciava.
A partir da época de 1964 passou a dominar o Decatlo Nacional, competição que venceu por 5 vezes, até 1969, falhando apenas em 1968.
Em 1965 bateu o Recorde Nacional do Decatlo com 6471 pontos, marca que viria a melhorar dois anos depois, ao conseguir 6488 pontos, um Recorde que perdurou durante 6 anos.
A época de 1966 foi a sua grande temporada, em que para além de se sagrar tri-Campeão no Decatlo Nacional, fez parte duma equipa do Sporting que bateu o Recorde Nacional dos 4x200m com a marca de 1,29,1m e foi Campeão de Portugal do Salto em Comprimento e do Triplo Salto, repetindo o título neste último concurso, na época de 1969.
Foi também recordista nacional dos 50m barreiras, quando em 1967 percorreu a distância em 7,5s.
No final da sua carreira esteve durante alguns anos na Suécia, onde representou o Malmoe e adquiriu conhecimentos que lhe seriam muito úteis.